Otorrinopediatrica

Desenvolvimento da fala

Os pais devem estar acompanhar o desenvolvimento da fala de seus filhos. Alterações dos passos descritos abaixo podem ser um alerta. Esta criança pode apresentar algum  problema da audição.

0 – 3 meses:

  • Assusta-se com sons altos (batidas de palma forte);
  • Acalma-se com a voz da mãe;
  • Emite sons com a garganta (choraminga, gritinhos).

3 – 6 meses:

  • Vira os olhos e a cabeça em direção ao som;
  • Aquieta-se com a voz da mãe.

6 – 9 meses:

  • Reage quando chamado pelo próprio nome;
  • Compreende significado do não e do tchau;
  • Imita sons da fala (achou! Cut cut!) ou outros sons (tosse);
  • Repete seqüências como “lalalala”;
  • Fala “da da” ou “ma ma”.

9 – 12 meses:

  • Vira a cabeça em direção aos sons altos e baixos;
  • Balbucia em resposta a nossa voz;
  • Começa a falar duas ou três palavras;
  • Entrega o brinquedo se você pedir;
  • Entende “não” “tchau” e outras palavras comuns.

12 – 18 meses:

  • Identificam partes do corpo, pessoas, brinquedos;
  • Localiza sons vindo de todas as direções;
  • Pede o que deseja tentando falar o nome do objeto;
  • Tenta montar uma frase mesmo com poucas palavras;
  • Usa gestos junto com palavras.

18 – 24 meses:

  • Obedece as ordens simples;
  • Fala frases de 2 palavras;
  • Identifica brinquedos e utensílios domésticos;
  • Reconhece sons domésticos;
  • Tem vocabulário de 20 ou mais palavras.

24 – 30 meses:

  • Refere-se a si mesmo pelo nome;
  • Consegue montar uma frase com pelo menos metade das palavras corretas;
  • Tem um vocabulário de 50 palavras ou mais formando frases de 2 ou 3 palavras;
  • Responde com “sim” ou “não” a situações comuns no lar.
GN1
Copyright © 2017 - Fundação Otorrinolaringologia - All rights reserved